ULTIMAS NOTÍCIAS

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Manifestação “RN de Paz” acontece na Praia de Ponta Negra nesta quinta-feira

Mil cruzes pretas serão fincadas na praia de Ponta Negra, próximo ao Morro do Careca, para cobrar o direito das famílias do RN de poderem viver livres da violência
Ponto de encontro é nas proximidades do Morro do Careca
Hoje, quinta-feira 15, o “RN de Paz” (movimento composto por igrejas e organizações cristãs da cidade de Natal, como a Ordem dos Pastores Evangélicos de Natal, Missão ALEF, Nativa, Pais Project e Jesus Warriors, e também pelo Obvio – Observatório da Violência Letal no RN, órgão ligado a Ufersa) irá promover manifestação pública em que mil cruzes pretas serão fincadas na praia de Ponta Negra, próximo ao Morro do Careca, para cobrar o direito das famílias do RN de poderem viver livres da violência com armas de fogo.
De acordo com o contador de homicídios no Rio Grande do Norte no site do Sinpol – Sindicato da Policia Civil até o dia 11 de junho de 2017 foram registrados 1.082 casos de assassinatos no RN, um número equivalente a mais de 50 atentados de Manchester, a mais de 15 ônibus completamente lotados, mais de quatro salas de cinema completamente cheias em um dia de estreia. Um número triste inédito na história do estado potiguar.
Toda a sociedade está sendo convidada pelos organizadores a participar do ato, que se dará na manhã do feriado de Corpus Christi. Devido à tabua de marés, o horário para a fixação das cruzes foi definido a partir das 8h e o ato deverá iniciar oficialmente (já com as cruzes afixadas) às 10h, com a participação de centenas de pessoas. O ponto de encontro é nas proximidades do Morro do Careca (um dos principais cartões postais da cidade).
Para Leandro Silva, presidente da Missão ALEF (organização que surgiu a partir de um contexto de violência no bairro de Felipe Camarão em Natal) e um dos organizadores do ato, a manifestação é um movimento de oração, mas também de ação que visa chamar a atenção das autoridades para a magnitude do problema. “União, Estado e Município têm o dever de sentarem à mesa a fim de apresentarem políticas públicas que tenham como objetivo diminuir tão alto índice de letalidade, que afronta toda a sociedade”.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Seu comentário será publicado mediante a aprovação do Moderador.

Não publicamos comentários sem assinatura (Anônimos).

Sua participação ajuda a melhorar nosso trabalho!

Agradecemos por acessar nossa página !
_____________________________
Equipe do Sertão RN